Você está aqui: Página Inicial / Notícias / Ginástica artística do Brasil estreia na Copa do Mundo de Cottbus

Ginastica artística

20/11/2019 18h35

Ginástica artística

Ginástica artística do Brasil estreia na Copa do Mundo de Cottbus

Competição na Alemanha começa nesta quinta (21) e conta pontos para o ranking que pode servir de classificação à Olimpíada de Tóquio 2020

Com a participação de quatro ginastas (dois por gênero), a Seleção Brasileira de Ginástica Artística inicia nesta quinta-feira (21.11) sua participação na Copa do Mundo de Cottbus (ALE). A competição contará pontos para o ranking das Copas do Mundo por aparelhos que serve como classificatória para a Olimpíada de Tóquio 2020.

Irão representar a ginástica artística do Brasil em Cottbus as ginastas Isabel Barbosa e Thaís Fidélis, no feminino, enquanto Leonardo Souza e Tomás Florêncio são os representantes da equipe masculina.

Nesta quinta-feira, a partir das 12h30 (horário de Brasília), eles participarão da qualificação no solo, cavalo com alças e argolas (masculino), salto e assimétricas (feminino).

ga_copadomundo.jpeg
Foto: CBG

Para Marcos Goto, treinador-chefe da Seleção Brasileira de Ginástica Artística masculina da Confederação Brasileira de Ginástica (CBG), a Copa do Mundo de Cottbus, no caso da equipe masculina, já serve como parte da preparação para atletas que estão iniciando sua jornada na Seleção Brasileira.

"Vamos para essa competição para preparar os atletas mais novos, que deverão integrar o ciclo de 2021-2024. O Leonardo vem de uma evolução muito boa e merecia fazer uma competição por aparelhos como essa. Já tinha sido reserva no Mundial e cumpriu com todas as etapas neste último ciclo. O Tomás é mais novo, porém teve ótimas performances nos campings de treinamento. Os dois buscarão uma vaga na final por aparelhos e, se conseguirem, tentarão uma medalha na competição", afirmou.

"Acredito que será uma competição muito difícil, com nível técnico bem alto, até por ser uma etapa que conta pontos para o ranking olímpico por aparelhos", avaliou Iryna Ilyashenko, uma das treinadoras da seleção feminina.

Programação

Dia 21 (Quinta-feira)
12h30 – 16h: Qualificação solo, cavalo com alças e argolas (masculino); salto e assimétricas (feminino)
Dia 22 (Sexta-feira)
12h30 – 16h: Qualificação salto, barra fixa e paralelas (masculino); trave e solo (feminino)
Dia 23 (Sábado)
10h – 13h: Final solo, cavalo com alças e argolas (masculino); salto e assimétricas (feminino)
Dia 24 (Domingo)
10h – 17h: Final salto, barra fixa e paralelas (masculino); trave e solo feminino)

Fonte: Confederação Brasileira de Ginástica (CBG)