Você está aqui: Página Inicial / Notícias / Nicholas Santos faz história e é tricampeão mundial dos 50m borboleta

Atletismo

20/12/2021 15h11

Desporto Aquático

Nicholas Santos faz história e é tricampeão mundial dos 50m borboleta

No Campeonato Mundial de piscina curta, Brasil também conquistou o ouro por equipes nos saltos ornamentais e o bronze nos 4x200m livre

O nadador Nicholas Santos confirmou o favoritismo nos 50m borboleta, e se sagrou tricampeão mundial nesta segunda-feira (20.12), em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes Unidos. Aos 41 anos e atual recordista mundial, o brasileiro mostrou porque é tão dominante na prova. Ele saiu bem, virou entre os primeiros e completou a prova com 21s93. Dylan Carter, de Trinidad e Tobago, conquistou a prata (21s98) e Matteo Rivolta, da Itália, obteve o bronze (22s02). 

“A série foi muito forte. Fazia tempo que eu não via a galera nadando tão bem. Dei meu melhor, não consegui bater o recorde mundial, mas, com 41 anos, consigo ser campeão mundial. Isso é um exemplo que foco, determinação e perseverança você consegue chegar lá”, disse Nicholas Santos ao Sportv.

A primeira medalha do Brasil no Campeonato Mundial de Natação em piscina curta, realizado em Abu Dhabi, foi no domingo (19.12). O revezamento 4x200m livre, formado por Fernando Scheffer, Murilo Sartori, Kaique Alves e Breno Correia, conquistou o bronze na prova.

Campeão e recordista mundial em 2018, o Brasil chegou à final do revezamento 4x200m livre com o 3º tempo. Na final, a seleção brasileira, com formação de Fernando Scheffer, Murilo Sartori, Kaique Alves e Breno Correia, nadou para 6m49s60. O recorde Mundial permanece com o Brasil. O ouro foi para os Estados Unidos e a prata para a Rússia.

Saltos Ornamentais

Ainda no domingo, o Brasil chegou ao pódio pela segunda vez e, desta vez, a conquista foi dourada. A seleção brasileira de saltos ornamentais conquistou o ouro na prova por equipes do Festival Aquático da Fina.

A equipe brasileira foi formada por Luana Lira, Ingrid Oliveira e pelo finalista olímpico e campeão Mundial Jr, Kawan Pereira. A prova funciona em duas etapas: saltos do trampolim e saltos de plataforma. Um salto masculino, um salto feminino e um salto sincronizado.

O trio brasileiro somou a melhor pontuação: 416,35. A prata foi conquistada pelo trio da Grã-Bretanha (385.45) e o bronze foi para a China (384.20).

Nesta segunda-feira (20.12), a disputa de high diving, em Abu Dhabi, foi finalizada. O Brasil foi representado pelas irmãs Patrícia e Jacqueline Valente. Patrícia terminou a disputa na 12ª colocação com 256,30 pontos. Jacqueline foi a 21ª com 147.35 pontos.

Outros resultados

O revezamento 4x50m medley masculino ficou bem próximo da medalha. Gabriel Fantoni nadou para sua melhor marca pessoal: 22s84. João Gomes Jr nadou próximo dos 25s, seguido por Vinicius Lanza e Gabriel Santos que mantiveram o Brasil na briga. A seleção terminou com 1m31s91 e na quarta colocação. 

O Brasil também esteve na final com Brandonn Almeida, nos 400m medley, e com o revezamento 4x200m livre feminino. Brandonn terminou na 7ª colocação com 4m08s77. O revezamento, formado por Nathália Almeida, Giovanna Diamante, Viviane Jungblut e Gabrielle Roncatto, completou a prova na 7ª colocação com 7m51s87.

O Campeonato Mundial de Natação em piscina curta termina nesta terça-feira (21,12) com eliminatórias às 2h e finais às 11h (de Brasília).

Rede do Esporte, com informações da CBDA