Você está aqui: Página Inicial / Notícias / Em prova de recuperação, Isaquias leva a prata no C1 1.000 no Mundial

Canoagem velocidade

07/08/2022 23h00

Canoagem

Em prova de recuperação, Isaquias leva a prata no C1 1.000 no Mundial

Brasileiro agora soma 14 medalhas em campeonatos mundiais. São sete ouros, uma prata e seis bronzes

O Brasil volta para casa com duas medalhas conquistadas pela Canoagem Velocidade no Mundial realizado em Halifax no Canadá. Ambas vieram de Isaquias Queiroz. Depois do ouro no C1 500m no sábado (06.08), ele conquistou a prata no C1 1000m no domingo (7.08). Erlon de Souza e Filipe Vieira Santana disputaram a final do C2 1000m e ficaram na quinta colocação. O Brasil acaba a participação no Canadá na 10º colocação geral.

Coincidentemente, no sábado (06.08) ele completou um ano do título olímpica no C1 1000 metros em Tóquio, no Japão. Já em Halifax no Canadá ele subiu novamente ao pódio e conquistou a prata na prova olímpica. Seu tempo foi 4min14s80, numa prova de recuperação em que ele largou no pelotão de trás e foi ganhando posições ao longo do percurso. Com o resultado, Isaquias chega a 14 medalhas em mundiais adultos: sete ouros, uma prata e seis bronzes.

Isaquias com a prata nos 1.000m. São 14 pódios em mundiais adultos, com sete ouros. Foto: Confederação Brasileira de Canoagem

“Foi uma prova bem difícil, tinha muito vento. Eu saí um pouco atrás e depois me recuperei. Sabia que dava para tirar uma medalha de alguém. Faltando 200 metros eu fui subindo, subindo e consegui. Pensei: o “Pinda” (treinador Lauro de Souza Júnior) vai pirar se eu ficar fora desse pódio. Agora a preparação é pensar no período pré-olímpico”, disse Isaquias. O primeiro lugar ficou com o romeno Catalin Chirila (4min14s28) e o bronze com o tcheco Martin Fuksa (4min16s21).

Na final do C2 1000 metros, Erlon de Souza e Filipe Santana Vieira lutaram bastante na água e ficaram na quinta colocação. Eles também disputaram a distância dos 500m e foram para a Final B. Saíram com a segunda colocação.

“Eu já estava com saudade desse clima de decisão. Hoje tinha muito vento, ficamos em quinto, estou satisfeito e acredito que estamos no caminho certo. Vamos melhorar ainda mais, mas valeu a experiência”, diz Erlon, medalhista de bronze olímpico ao lado de Isaquias nos Jogos Rio 2016.

Agora, as atenções da equipe brasileira se voltam para o Campeonato Pan-americano de Canoagem Velocidade e Paracanoagem, que vai ser no mesmo local em Halifax, no Canadá. A disputa tem início na quarta (10.08) e vai até a sexta-feira (12.08).

Fonte: Confederação Brasileira de Canoagem