Você está aqui: Página Inicial / Notícias / Brasil terá mais de 350 atletas, de 38 modalidades, nos Jogos Pan-americanos Júnior Cali 2021

Geral

26/10/2021 12h19

Cali 2021

Brasil terá mais de 350 atletas, de 38 modalidades, nos Jogos Pan-americanos Júnior Cali 2021

Primeira edição do evento tem início em um mês para cerca de 3.500 atletas, de 41 países

A primeira competição multiesportiva do novo ciclo olímpico se aproxima. Daqui a um mês, os melhores atletas da nova geração se reunirão em Cali, na Colômbia, para a disputa da edição inaugural dos Jogos Pan-Americanos Júnior. O evento será entre 25 de novembro e 5 de dezembro, e o Brasil já tem mais de 350 atletas classificados, em 38 modalidades. A lista final será definida até 29 de outubro. Vice-presidente do Comitê Olímpico do Brasil (COB), Marco La Porta será o chefe da delegação nacional, formada por mais de 500 integrantes.

Cali 2021 terá um ingrediente a mais para a nova geração do esporte das Américas: os medalhistas de ouro das modalidades individuais garantem classificação para os Jogos Pan-americanos Santiago 2023.

“Os Jogos Pan-americanos Júnior têm grande importância para o Comitê Olímpico do Brasil. A competição surge como possibilidade de elevar as performances dos jovens atletas e desenvolvê-los para competições internacionais futuras, inclusive os Jogos Olímpicos Paris 2024. É uma delegação jovem, que vai ter a oportunidade de experimentar os serviços oferecidos pelo COB e vivenciar, na prática, a realidade de representar o Brasil em um evento multiesportivo”, declarou La Porta.

Para repetir o resultado dos Jogos Olímpicos de Tóquio, onde o Brasil não teve caso de Covid em sua delegação, os cuidados com a saúde de todos os integrantes serão um dos principais pontos de atenção. Uma especialista em infectologia no departamento médico do COB fará parte da delegação: trata-se de Beatriz Perondi, que esteve em Tóquio, e ficará responsável pelos assuntos relativos ao coronavírus. Outra infectologista que esteve com o COB nos Jogos Olímpicos, a Doutora Ho Yeh Lin, foi convidada para trabalhar na organização do evento e também será um importante ponto de apoio.

Evento-teste do triatlo. Foto: Cali 2021

Para Cali, a entidade realizará ações preventivas para a detecção da COVID-19, além das exigidas pelos organizadores do evento. Os componentes da Missão brasileira farão testes RT-PCR cinco e dois dias antes da viagem, seguindo a recomendação da organização, além de um teste de antígeno horas antes do embarque, de acordo com protocolo próprio do COB.

Em Cali, todos serão testados novamente em até 24h após a chegada. Depois disso, haverá testes a cada quatro dias. O COB levará uma quantidade própria de testes de antígeno, resultado de acordo com a Fiocruz e o Ministério da Saúde, para serem usados a partir de recomendações médicas. Em transportes públicos e na viagem de avião será recomendada a utilização de máscaras N95.

A maior parte da delegação brasileira embarcará para a Colômbia vacinada para a Covid-19. Segundo regras da organização dos Pan-americanos Júnior, todos os participantes maiores de 18 anos devem estar imunizados para ingressar no país.

“Tivemos uma experiência extremamente bem-sucedida em Tóquio, que serviu de parâmetro para montarmos nosso protocolo para Cali. Entendemos que um dos sucessos que tivemos em Tóquio foi a vacinação de grande parte da equipe. Agora estamos trabalhando com muitos atletas menores de idade e a nossa recomendação é que eles tomem ao menos uma dose da vacina”, afirmou a coordenadora médica do COB, Ana Carolina Côrte.

Fonte: Comitê Olímpico do Brasil (COB)