Você está aqui: Página Inicial / Notícias / Brasil faz melhor campanha da história e termina em terceiro o Mundial de natação paralímpica

Natacao paralímpica

20/06/2022 11h40

Natação paralímpica

Brasil faz melhor campanha da história e termina em terceiro o Mundial de natação paralímpica

Delegação nacional, com 100% de integrantes do Bolsa Atleta do Governo Federal, somou 53 medalhas, com 19 ouros, 10 pratas e 24 bronzes

A natação paralímpica brasileira consolidou na Ilha da Madeira, em Portugal, um rito de passagem. Oficialmente, a modalidade saltou de uma era em que super atletas concentravam muitas medalhas para uma fase em que o país conta com um time forte e consistente, capaz de subir ao pódio em diversas classes, seja no masculino ou no feminino.

No Mundial encerrado no último sábado (18.06), o primeiro sem a presença do multimedalhista Daniel Dias no elenco, o Brasil conquistou o melhor resultado de sua história. Foram 53 medalhas e a terceira colocação geral. Ao todo, foram 19 ouros, 10 pratas e 24 bronzes. Levando em conta provas individuais e revezamentos, 26 dos 29 atletas subiram ao pódio (89% dos atletas).

À frente do Brasil no quadro oficial de medalhas, apenas a Itália, com 27 ouros, 24 pratas e 13 bronzes (64 no total), além de Estados Unidos, com 24 ouros, nove pratas e sete bronzes (40). Na contabilidade por total de medalhas, o Brasil ficou em segundo. Antes, o melhor resultado do país em número de ouros tinha sido em 2017, no México, quando o Brasil obteve 18. No quantitativo, a melhor competição registrada era em Montreal, no Canadá, em 2013, com 26 pódios.

Delegação brasileira celebra o resultado histórico em Portugal. Foto: Ale Cabral/CPB

100% de bolsistas

A delegação viajou a Portugal com 29 atletas. Todos eles, 100%, são integrantes do Bolsa Atleta, programa de patrocínio individual do Governo Federal Brasileiro, executado pela Secretaria Especial do Esporte do Ministério da Cidadania. Dos 29 convocados, 26 pertencem à categoria Pódio, a principal, voltada para atletas que se qualificam entre os 20 melhores do ranking mundial. A categoria top do programa garante repasses mensais de R$ 5 mil a R$ 15 mil. O investimento total do Bolsa Atleta nos 29 nadadores ao longo de suas carreiras supera os R$ 15,9 milhões.

"É um resultado incontestável. Mostra a diversidade da excelência que a natação paralímpica brasileira atingiu e como o Bolsa Atleta tem sido um aliado fiel na ampla maioria das conquistas mais expressivas do Brasil no cenário internacional"

Ronaldo Bento, ministro da Cidadania

"É um resultado incontestável. Mostra a diversidade da excelência que a natação paralímpica brasileira atingiu e como o Bolsa Atleta tem sido um aliado fiel na ampla maioria das conquistas mais expressivas do Brasil no cenário internacional", afirmou o ministro da Cidadania, Ronaldo Bento.

Segundo o secretário especial do Esporte do Ministério da Cidadania, Marcelo Magalhães, a campanha brasileira é um marco e resultado da profissionalização da modalidade e do uso adequado do legado dos Jogos Rio 2016. "A nossa seleção tem a disposição hoje uma das estruturas mais modernas, tanto para o alto rendimento quanto para o fomento da base no Centro de Treinamento Paralímpico de São Paulo e em instalações similares em polos construídos e reformados com auxílio do Governo Federal país afora", comentou.

Na opinião de Jonas Freire, diretor de Alto Rendimento do Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB), há um processo de renovação grande e um misto com atletas com boa experiência. Em Portugal, 13 dos 29 atletas eram estreantes em mundiais. "É uma troca que contribui para essa campanha histórica, o que nos deixa confiantes para o que pode acontecer nos Jogos de Paris 2024. Claro que tem muito caminho à frente, mas ficamos confiantes”, disse.

Multimedalhistas

Alguns dos nomes que já haviam brilhado pelo Brasil nos Jogos Paralímpicos de Tóquio, em 2021, mantiveram a consistência em Portugal. O melhor exemplo é Maria Carolina Santiago. A pernambucana de 36 anos foi desafiada pelo treinador, Leonardo Tomasello, a disputar sete provas e topou. Ao fim da maratona, conquistou seis ouros (50m livre, 100m livre, 100m peito, 100m borboleta, revezamento 4x100m livre e 4x100m medley para deficientes visuais), além da prata nos 100m costas, atrás apenas da britânica Hannah Russell. 

Carol se despediu da Ilha da Madeira como a terceira maior medalhista da competição, atrás apenas da americana Leanne Smith, da classe S3, com sete ouros, e do italiano Stefano Raimondi (seis ouros, uma prata e um bronze).

“É uma honra fazer parte dessa campanha histórica. Daqui a uns 10 anos o pessoal vai ver o que o Brasil fez aqui e ter sido um dos participantes é muito especial”, disse.
Gabriel Bandeira, multimedalhista em Portugal

Carol é apenas uma das representantes da capilaridade feminina da delegação. Sete dos 19 ouros vieram com mulheres, assim como metade das pratas e 13 dos 24 bronzes. No total, foram 25 medalhas femininas e 23 masculinas. Os outros cinco pódios nacionais vieram em provas mistas.

No masculino, um dos destaques foi Gabriel Bandeira. Ele saiu das piscinas portuguesas com três ouros (200m livre, 200m medley e 100m borboleta), uma prata (100m costas) e dois bronzes, nos revezamentos 4 x 100m livre e 4 100m medley, sempre na classe S14. “É uma honra fazer parte dessa campanha histórica. Daqui a uns 10 anos o pessoal vai ver o que o Brasil fez aqui e ter sido um dos participantes é muito especial”, disse.

Outro nome que despontou na Ilha da Madeira foi o de Samuel de Oliveira, o Samuka. O atleta de apenas 16 anos mostrou que a Classe S5, que teve Daniel Dias como principal expoente nos últimos anos, segue muito bem representada. O velocista conquistou três ouros (50m borboleta, 50m costas e revezamento 4 x 50m livre), além das pratas nos 50m livre e nos 200m medley.

Resultados dos brasileiros

Ana Karolina Soares (S14)
Revezamento 4x100m livre misto S14 – Bronze
Revezamento 4x100 m medley misto S14 – Bronze
100m costas – 4º lugar
100m borboleta – 15º lugar

Bruno Becker (S2)
200m livre – 7º lugar
50m peito – 11º lugar
50m livre – 13º lugar
100m livre – 8º lugar

Carol Santiago (S12)
50m livre – Ouro
100m livre – Ouro
100m borboleta – Ouro
100m peito – Ouro
Revezamento 4x100m medley misto 49 pontos – Ouro
Revezamento 4x100 livre misto 49 pontos – Ouro
100m costas – Prata

Cecília Araújo (S8)
50m livre – Ouro
100m livre – Bronze
100m costas – 7º lugar
Revezamento 4x100 medley misto 34 pontos – 5º lugar
Revezamento 4x100m livre misto 34 pontos – 6º lugar (eliminatórias e final)

Daniel Mendes (S6)
Revezamento 4x50 livre misto 20 pontos – Ouro
50m livre – 4º lugar
100m livre – 4º lugar
Revezamento 4x50 medley misto 20 pontos – 4º lugar (eliminatórias)
Revezamento 4x100m livre misto 34 pontos – 6º lugar (eliminatórias e final)

Débora Carneiro (S14)
100m peito – Bronze
Revezamento 4x100m livre misto S14 – Bronze
Revezamento 4x100 m medley misto S14 – Bronze

Douglas Matera (S13)
Revezamento 4x100 livre misto 49 pontos – Ouro
100m borboleta – 6º lugar
50m livre – 6º lugar
100m livre – 10º lugar

Gabriel Araújo (S2)
100m costas – Ouro
200m livre – Ouro
50m costas – Ouro
50m peito – 9º lugar

Gabriel Bandeira (S14)
200m livre – Ouro
200m medley – Ouro
100m borboleta – Ouro
100m costas – Prata
Revezamento 4x100m livre misto S14 – Bronze
Revezamento 4x100 m medley misto S14 – Bronze
100m peito – 4º lugar

Gabriel Cristiano (S8)
50m livre – Ouro
100m borboleta – Bronze
100m livre – Bronze
Revezamento 4x100 medley misto 34 pontos – 5º lugar

Guilherme Batista (S13)
Revezamento 4x100m medley misto 49 pontos – Ouro
100m peito – 6º lugar
50m livre – 10º lugar
100m livre – 14º lugar

Joana Neves (S5)
Revezamento 4x50 livre misto 20 pontos – Ouro
50m livre – Prata
50m borboleta – Bronze
100m livre – Bronze

João Brutos (S14)
100m peito – Bronze
Revezamento 4x100m livre misto S14 – Bronze
Revezamento 4x100 m medley misto S14 – Bronze
200m medley – 4º lugar
200m livre – 7º lugar
100m borboleta – 11º lugar

José Luiz Perdigão (S11)
Revezamento 4x100m medley misto 49 pontos – Ouro
100m borboleta – 4º lugar
100m livre – 9º lugar
50m livre – 9º lugar

José Ronaldo (S1)
50m costas – Prata
100m costas – Bronze
200m livre – Bronze
200m S2 – 10º lugar
100m livre S3 – 9º lugar

Laila Suzigan (S6)
400m livre – Prata
50m borboleta – 5º lugar
100m livre – 6º lugar
50m livre – 6º lugar
Revezamento 4x50 m medley misto 20 pontos – 4º lugar (eliminatórias e final)

Larissa Rodrigues (S3)
150m medley – Bronze
200m livre – Bronze
100m livre – 5º lugar
50m peito – 8º lugar
50m livre – 7º lugar
200m livre S4 – 8º lugar

Lídia Cruz (S4)
Revezamento 4x50 livre misto 20 pontos – Ouro
100m livre – Prata
200m livre – Prata
50m livre – Bronze
150m medley – 4º lugar
50m costas – 4º lugar
Revezamento 4x50m medley misto 20 pontos – 4º lugar (final)

Lucas Mozela (S9)
100m peito – 5º lugar
200m medley – 5º lugar
100m costas – 5º lugar
Revezamento 4x100 medley misto 34 pontos – 5º lugar

Lucilene Sousa (S12)
Revezamento 4x100m medley misto 49 pontos – Ouro
Revezamento 4x100 livre misto 49 pontos – Ouro
50m livre – Bronze
100m borboleta – 4º lugar
100m livre – 5º lugar
100m borboleta S13 – 8º lugar 

Maiara Barreto (S3)
50m costas – Bronze
100m livre – 4º lugar
50m livre - 5º lugar

Mariana Gesteira (S9)
50m livre – Ouro
100m livre – Ouro
100m costas – Bronze
Revezamento 4x100 medley misto 34 pontos – 5º lugar
Revezamento 4x100m livre misto 34 pontos – 6º lugar (eliminatórias e final)

Matheus Rheine (S11)
Revezamento 4x100 livre misto 49 pontos – Ouro
50m livre – 4º lugar
100m livre – 4º lugar
400m livre – 5º lugar

Patrícia dos Santos (S4)
50m peito – Bronze
100m livre – Bronze
200m livre – Bronze
50m livre – 4º lugar
Revezamento 4x50 medley misto 20 pontos – 4º lugar (eiminatórias)

Phelipe Rodrigues (S10)
50m livre – Prata
100m livre – Bronze 
Revezamento 4x100m livre misto 34 pontos – 6º lugar (eliminatórias e final)

Samuel de Oliveira (S5)
50m borboleta – Ouro
50m costas – Ouro
Revezamento 4x50 livre misto 20 pontos – Ouro
50m livre – Prata
200m medley – Prata
Revezamento 4x50 medley misto 20 pontos – 4º lugar (final)
100m peito – 12º lugar

Talisson Glock (S6)
200m medley – Bronze
400m livre – Bronze
50m livre – 6º lugar
Revezamento 4x50 medley misto 20 pontos – 4º lugar (final)

Tiago Ferreira (S5)
200m medley – Bronze
50m costas – 6º lugar
50m borboleta – 6º lugar
Revezamento 4x50 medley misto 20 pontos – 4º lugar (eliminatórias)

Wendell Belarmino (S11)
100m livre – 6º lugar
50m livre – 7º lugar
100m borboleta – 7º lugar
100m costas – 7º costas

Assessoria de Comunicação - Ministério da Cidadania, com informações do Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB)